Já experimentei uma aula, mas ouvi umas palavras que não entendi…

É uma prática comum em muitas aulas de yoga o professor ou a professora utilizarem palavras em Sãnscrito para dizer os nomes das posturas (que se chamam ‘asana’). Não se preocupe em ter que os pronunciar, mas com o tempo vamos reconhecendo-os quando os ouvimos e assim, quando o professor disser o nome, saberemos o que o/a professor/a está a referir.

Geralmente, cada nome tem a palavra ‘asana’ no fim; por exemplo, pascimottanasana (pronunciado pâshimôtanâssana) é dividida em três partes: pascima=oeste, uttana=alongamento intenso, asana=postura; em Português é chamado ‘pinça’. Mais uns exemplos, vrckshasana (vriqshâssana) quer dizer ‘postura de árvore’, salabhasana (shalabhâssana)  é o gafanhoto e bhujangasana (bújangâssana)  é a cobra.

O Sânscrito em si, é uma lingua antiga da Índia que se pode comparar ao Latim no sentido que já não é falado no dia a dia. Os Yoga-Sutras de Patanjali e os textos sagrados, chamados Vedas, são escritos em Sânscrito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s